segunda-feira, 24 de julho de 2017

O PERIGO DA CONFIANÇA CEGA: Brasileiros viram escravos de igreja no E.U.A











O PERIGO DA CONFIANÇA CEGA: Brasileiros viram escravos de igrejas.


Que vivemos em um mundo decaído e com suas guerras espirituais já é de conhecimento de todos os cristãos. É preciso contudo, atentar, para não cairmos em armadilhas das religiões e das falsas igrejas e pastores. Está sendo divulgado pela mídia o caso de brasileiros que iludidos por promessas de estudos e uma vida melhor, lançaram se na aventura de seguir igrejas e tornaram-se alvos de trabalho escravo.
Apesar de ser o Evangelho uma questão de amor ao próximo, ainda assim, devemos desconfiar de promessas exageradas realizadas por pessoas que estão travestidas de missionários. O que podemos observar a princípio é que em geral são denominações recém-fundadas e sem tradição no cenário evangelístico nacional. Neste sentido, antes de se entregar à congregação convém ao crente realizar uma pesquisa sobre quem são os dirigentes da igreja, se ela está envolvida em escândalos nos diversos países onde marca presença e até mesmo junto aos organismos que cuidam da administração da justiça.
Uma ideia a ser considerada é se a igreja está filiada a alguma convenção nacional ou internacional, e quais são os estatutos desta convenção. Pesquisar a cidade para a qual está indo acompanhar a igreja. A primeira desculpa que vemos em toda reportagem de exploração de pessoas é a “retenção do passaporte” por parte do nativo. Se te privam dos documentos de identificação pode começar a desconfiar. Não se enganem, o trabalho escravo existe e com relação aos imigrantes é mais comum do que pensamos. Após decidir para qual cidade está indo, procure saber dos serviços de apoio aos imigrantes existentes na localidade, embaixadas próximas, e combine com seus parentes palavras ou senhas para ser ditas em caso de telefonemas vigiados. Várias reportagens trazem a notícia de que os contatos são permitidos sob fiscalização.
Várias senhas podem ser combinadas: Desde mandar lembranças a um ente querido falecido ou para um parente inexistente. Combinar uma palavra secreta e outras que a imaginação mandar. Lamentavelmente, a esperança de alcançar uma melhoria financeira ou graus de estudo em outros países facilita o processo. E não se enganem, dentro de nossa pátria, também existe a exploração.

Vejam exemplos:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.