domingo, 17 de julho de 2016

Priorizando formigas e não vendo elefantes.









Priorizando formigas e não vendo elefantes.
Jonas Dias de Souza
“Pedi, e dar-se- vos á; buscai e achareis; batei, e abrir-se vos á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate abrir-se-lhe-á.” (Mateus 7.7-8)


Vamos procurar um novo significado para a palavra preocupação. Sabemos que ela significa: “prevenção, opinião antecipada, ou a primeira impressão que uma coisa fez no ânimo de alguém ou ideia fixa e antecipada que perturba o espírito a ponto de produzir sofrimento moral.” Mas vamos dizer que a preocupação é falta de visão de todas as partes de um problema ou assunto. Ou que a preocupação é uma espécie de cegueira. Preocupar-se somente, sem entrar em ação é entregar-se a uma apatia que pode gerar problemas psicológicos como a depressão. Não digo que
não devam se preocupar, digo que devam preocupar-se e entrar em ação para o problema seja resolvido. Tomemos como exemplo, uma pessoa que está desempregada. Ela tem toda a razão de preocupar-se. Mas se tão somente acordar e não agir, ela passará dias e noites sem ocupação. Como sabemos a mente vazia é oficina do capeta. Nestes casos em forma de pensamentos improdutivos.
Mas vejamos as ações que podem ser tomadas em conjunto com a preocupação:
1)      Orar a Quando oramos a Deus e colocamos nos pés do altar os nossos problemas, já estamos dando o primeiro passo para a solução do problema. Não me refiro àquelas campanhas de sete dias levando carteira profissional. Eu me refiro aquela oração pessoal, em que ajoelhado no silencio de seu quarto ou até mesmo sentado em uma praça, você busca um relacionamento pessoal com Deus. Você está colocando seu problema diante dele, com suas palavras. Com suas aflições e falando de suas preocupações.
2)      Agradecer a Deus.
3)      Agora vamos verificar a sua capacidade laborativa diante do mercado de trabalho. O que você sabe fazer? Pode ser que neste momento tenha que abrir mão de seu status profissional e procurar outra ocupação. Enquanto isto você se prepara para voltar ao mercado em que se formou, por exemplo, um trabalho temporário de final de ano em uma loja.
4)      Agradecer a Deus.
5)      Se capacitar. Supondo que você não tenha ainda nenhum tipo de certificado. O mercado irá te exigir isto. Pode ser que a sua oportunidade de mostrar a sua capacidade, esteja dependendo de um certificado. Então é hora de estudar, de se capacitar da forma que o mercado exige.
6)      Agradecer a Deus.
7)      Criar uma rede de amigos. A igreja é o lugar onde nos reunimos para adorar a Deus de forma coletiva. Mas é também um lugar onde podemos solicitar ajuda dos irmãos para espalharmos nossos currículos.
8)      Agradecer a Deus.
9)      Parar de se preocupar. Pode parecer um paradoxo, mas com as ações em andamento, não há porque se preocupar. Deus está no comando e você está trabalhando para mudar as circunstâncias.
10)   Agradecer a Deus. Pense bem. Preocupação é uma oportunidade de crescimento e de amadurecimento. Um sinal de que a responsabilidade te alcançou. Porque preocupação é diferente de medo.
Priorizar formigas é pegar pequenos problemas e transformá-los em elefantes. É não ver as soluções que se apresentam. Por vezes nos encerramos em nossas preocupações que não vemos as várias faces de um problema, as portas que se abrem e as oportunidades que se apresentam.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.