segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

POR QUE EU DEVO PARTICIPAR DO GRUPO DE ORAÇÃO?






POR QUE EU DEVO PARTICIPAR DO GRUPO DE ORAÇÃO?
Jonas Dias de Souza

Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens;
Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade;
Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,
Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
1 Timóteo 2:1-4

Existe uma brincadeira no meio cristão, em que se afirma que há “crente seis horas” e “crente nove horas”. O Crente “seis horas” é
aquele que sempre pede oração, “cês ora por mim”. O crente “nove horas” é aquele que consulta o relógio para ver se o culto está acabando. Verdades à parte, sabemos que a fraqueza espiritual reside na ausência de oração por parte do crente. É similar ao crente domingueiro, que recebe o Evangelho em colheradas. Precisamos com urgência criar uma consciência de que enquanto crentes, devemos nos tornar assíduos na leitura da Bíblia. A leitura habitual da Bíblia (guiada e supervisionada pelo Espírito Santo) dá ao crente uma agilidade no enfrentamento dos problemas que lhe são atirados pelos dardos inflamados do maligno.
Sabemos, contudo, que o seguir a Cristo não significa ficar livres de problemas, mas sim ser odiados pelo mundo, haja vista, que deixamos de ser propriedade (escravos) do príncipe deste século, para sermos servos do Rei dos reis (Jesus Cristo). Neste contexto é que entra a necessidade de orarmos sem cessar cada vez mais, conforme ensinou o apóstolo. Porém, orar não é fácil. Não fiquemos nos iludindo, dizendo que basta conversar com Deus. Quando decidimos orar, as forças do maligno se levantam para nos derrubar, através de pensamentos vários.
Esta dificuldade pode ser vencida quando oramos com outros irmãos. Ao perdermos a concentração, por exemplo, “pegamos carona” na oração do irmão.  No meio pentecostal crente reunido ora em voz alta. Em contrapartida, nós somos sustentados e sustentamos a congregação.  No início pode parecer meio estranho, mas com o tempo, firmamos os joelhos e sentimos falta da oração. Não significa, porém, que devemos orar somente no Grupo de Oração. Orar sem cessar quer dizer orar continuamente: No trabalho, no ônibus, e a todo o momento. Em espírito e em verdade é que devemos agradecer a Deus continuamente. Se a sua igreja não possui um grupo de oração dê a sugestão para que se crie um. Podemos ter vários grupos que se adequem ao horário e disponibilidade. Comece orando pelas autoridades, pelos hospitais, bombeiros, policiais, socorristas, prefeito, vereador. Depois exponha suas necessidades familiares, a do seu próximo e com o tempo não faltará destinatários da oração. Lembre-se de que, a vontade de Deus é que deve prevalecer. Quando comparecemos no Grupo de Oração ficamos sabendo da necessidade espiritual da igreja, dos irmãos e da comunidade. Na maioria das vezes percebemos que temos problemas pequenos quando comparados. Ao aprendermos a orar coletivamente estamos nos tornando baluarte de sustentação da igreja, do pastor e do ministério em geral.

Oração é vida Cristã em Ação.


[1]  Servo de Deus. Congrega na Assembleia de Deus Missões na cidade de São João del-Rei. Graduado em Filosofia pela UFSJ.  Estudante de Teologia da EETAD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.