domingo, 6 de dezembro de 2015

Por que eu devo ir à Igreja?


Por que eu devo ir à Igreja?
Jonas Dias de Souza[1]
Já fui um daqueles que não gostava de ir à igreja. É verdade. Existiu uma época de minha que inventava um monte de desculpas para não ir à igreja: mau tempo, cansaço, e outras desculpas vis e fracas. Foi um período de muita “cabeça quente”. Não deixei de ter os problemas, mas hoje os enfrento com serenidade. De cabeça erguida. Pois na igreja eu recebo o Ensino da Palavra de Deus, que carrega as minhas baterias. Na igreja eu participo da Ceia do Senhor Jesus. E aprendo com meus irmãos. Na igreja que eu congrego tem Escola Dominical. Tem culto de ensino. Tem um povo de Deus honesto.
Congregar é a coisa mais importante na vida do Cristão. Tomemos como exemplo um casamento em que deixa de ser cultivada a amizade, a cumplicidade e que um não procure entender os outros. Imaginemos outra situação em que uma pessoa se isole de tudo e de todos. O que acontece? A Morte. É isto mesmo. A ausência da congregação faz com que a morte espiritual se instale aos poucos em nossa vida.  Quando vamos para a igreja nós compartilhamos com os outros (a nossa ajuda) e recebemos aquilo que o outro compartilha (recebemos ajuda).  Se a sua igreja não mais lhe desperta a vontade de reunião, procure descobrir onde está o problema.
De qualquer forma a oração é a peça fundamental para a solução deste problema. Se os problemas são as atitudes alheias que incomodam, você deve orar para Deus (de acordo com a vontade dele) mudar a situação. Se o problema é você, a oração visa provocar mudanças interiores.
Se existe um segredo, ele deve ser descoberto com a oração.  O que deve acontecer na Igreja? Principalmente a PREGAÇÃO DA PALAVRA.  A igreja pode ser ativa socialmente, pode assemelhar-se a um clube, pode ser um refúgio, pode ser  um apoio para a sociedade. Mas se ali não há palavra, a genuína palavra de Deus, as Boas Novas do Evangelho, a Bíblia e a Escola Dominical, ela não fará a diferença enquanto Sal e Luz de uma terra necessitada.
A igreja que não alimenta espiritualmente o rebanho está equivocada e enganando.
Então por que eu devo ir à igreja? Se não concordo com nada que acontece lá, e não quero mudar. Você pode procurar uma igreja que te agrade. Uma igreja perto de sua casa, uma grande ou pequena, uma igreja em outro bairro. O que não deve acontecer, é levar uma vida de crente desigrejado.  Crente desigrejado leva uma vida solitária.  Recebeu uma benção, mas não há onde dar testemunho. Recebeu livramento, mãos não há como testemunhar. Por isto não ajudou a fortalecer a fé de ninguém.  Congregar é uma via de mão dupla, por exemplo, recebemos oração e oramos pelos outros. Sustentamos e somos sustentados. Congregar e Evangelizar.
Então estamos combinados. Firmamos-nos na Rocha que é Jesus cristo e vamos congregar. Como Davi escreveu:
“ALEGREI-ME QUANDO ME DISSERAM: VAMOS À CASA DO SENHOR.” (Salmo 122.1)





[1] Jonas Dias de Souza é servo de Deus e congrega na Assembleia de Deus Missões na cidade de São João del-Rei/MG. Graduado em Filosofia pela UFSJ e estudante de Teologia da EETAD.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.