domingo, 6 de dezembro de 2015

Por que eu devo aceitar a Cristo como salvador?





Por que eu devo aceitar a Cristo como salvador?
Jonas Dias de Souza

Muitos fazem esta pergunta, mesmo que de forma inconsciente.  Na grande maioria não conhecem o motivo de ter que aceitar a Cristo como salvador. Uns por questão de fé em outros deuses e outros por ignorarem quem é Cristo e quem é Deus.
Vejam a diferença entre deus e Deus. Sim, existem entidades que são adoradas como deuses, mas não possuem o amor que Deus possui pelo homem. Então falamos aqui do Deus verdadeiro (o de Abraão, o de Isaque e o de Jacó), o Deus que fez um plano para retirar a humanidade do véu e do engano em que ela se encontra.
Há muitas eras Deus criou o homem para reinar em uma terra ecologicamente correta, sem os problemas que ele enfrenta hoje. Entrou uma coisa na vida do homem, chamada pecado. O pecado é aquilo que faz você errar o alvo. E qual é o alvo? O alvo nosso é Cristo. A forma que Deus encontrou para perdoar a humanidade foi cobrando um resgate de sangue.  Seu filho Jesus Cristo aceitou pagar este resgate. Portanto a dívida que tínhamos para com Deus foi paga quando Cristo morreu em uma cruz.  Ele não morreu para pagar a dívida para o diabo como pensam alguns. O nosso resgate foi pago para Deus. Por isto o homem para ser merecedor deste resgate deve aceitar o sacrifício que Cristo fez na cruz.
É como se devêssemos para a justiça terrena e o juiz sendo nosso pai, nos condenasse. Em seguida ele daria a volta por traz da mesa e quitasse a nossa dívida.  Não é complicado como pensam alguns.
Para quitar a dívida da humanidade Ele (Deus) deu o filho primogênito para morrer pelos demais. Mas os demais só serão incluídos na lista dos que estão quites, se aceitarem o sacrifício do primogênito.  Deus não obriga ninguém a aceitar a Cristo como salvador, mas não disponibilizou outros caminhos. A afirmação corrente e comum de que “todos os caminhos levam a Deus” é uma forma de esconder o verdadeiro caminho.  O único advogado autorizado a comparecer na corte é Cristo. Quando aceitamos a Cristo como advogado, estamos no caminho.  Não importa o que você fez até o presente momento (o que não significa que não deve pagar para a justiça humana) são esferas diferentes.  Mas, supondo que você está com a consciência muito pesada, perdido, sem amigos, sem rumo, sem norte, sem saber o que fazer, o remédio é Cristo.
Você chega para Ele que Ele chega para você. É muito simples.
Veja:
CRISTO EU SOU UM PECADOR.  EU QUERO SER NOVAMENTE UM FILHO DE DEUS. PORTANTO, EU TE ACEITO CRISTO COMO MEU SALVADOR, COMO MEU ADVOGADO. ESCREVA MEU NOME DO LIVRO DA VIDA. AMÉM.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.