terça-feira, 24 de setembro de 2013

A Existência de Deus na Bíblia.

Foto: Jonas Dias


A Existência de Deus na Bíblia.

Na vida procuramos por várias provas da existência de Deus, e são tantos os lugares que procuramos, tantos os caminhos percorridos. E então esquecemos que Deus se deu a revelar na sua própria palavra.

A Bíblia é a Palavra de Deus. Ao contrário do que afirmam algumas pessoas ela não contém. Ela é indiscutivelmente a Palavra reveladora que Deus de forma  divina inspirou aos homens que as escreveram.

Contudo, o pecado cega e faz o homem andar perdido por estes estudos acadêmicos. Quando na verdade, estas teses científicas e estudos acadêmicos não passam de notas de rodapé das Sagradas Escrituras.

Quais são as provas da existência de Deus? Insistamos em ler e procurar a ajuda do Espírito Santo para que pela Bíblia venhamos a ser esclarecidos.  É necessário e urgente que paremos de sofrer pela ausência de conhecimento.

A natureza nos mostra a existência de Deus. No momento em que escrevo estas linhas, cai uma chuva de bênçãos sobre as plantas de meu quintal.  A acerola, a manga e a tamareira estão mais verdes. O canteiro de couve está radiante. O cheiro de terra molhada
inunda a casa transmitindo a benção divina.

A mexeriqueira ficou com as folhas mais verdes.  A laranjeira desponta os pequenos frutos. E para não ficar para trás o pé de Araçá  também mostra seu fruto.

Foto: Jonas Dias


Vejam que o Salmista nos ensina que: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras de sua mão.” (Salmo 19.1)

Deus nos fala sem linguagem e sem fala, pelas suas criações na natureza. Modernamente, há pessoas que endeusam a criatura natureza e esquece-se de Deus que é o criador.

O nascimento do homem não é mais um mistério para os modernos aparelhos de ultrassonografia. Mas a formação do homem é misteriosa. “Pois possuíste meu interior; entreteceste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um  modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras e, e a minha alma o sabe muito bem” (Salmo 139.13-14)

O filho foi dado para salvar a humanidade. Veio em obediência, morreu na cruz e mostrou-nos o Pai.  Deus deu a conhecer-se pelo filho Jesus.  Ele é o único caminho, pois quem vê a Jesus, vê a Deus Pai.

“Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e desde agora o conheceis e o tendes visto. (João 14.7)

Jesus é o caminho para Deus. A verdade que leva a Deus.

Pode parecer paradoxal para as mentes acostumadas ao rigor acadêmico aceitar que o visível mostre alguma coisa invisível. Mas Deus se mostra pelas coisas que são vistas. “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis.” (Romanos 1.20)

Não Há desculpas para que os néscios digam como forma de desculpa que Deus não se deu a conhecer. Pois Ele revelou-se na sua criação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.