segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Suportar o Jugo

Suportar o Jugo.
Jonas Dias de Souza

“Bom é para o homem suportar o jugo na sua mocidade; assentar-se solitário e ficar em silêncio; porquanto Deus o pôs sobre ele. Ponha a boca no pó; talvez assim haja esperança. Dê a face ao que fere; farte-se de afronta.
Porque o Senhor não rejeitará para sempre. Pois, ainda que entristeça a alguém, usará de compaixão segundo a grandeza das suas  misericórdia. Porque não aflige nem entristece de bom grado os filhos dos homens.” (Lamentações 3. 27-33)

Jesus disse que no mundo os Cristãos teriam aflições. Mas que não isto não seria motivo de preocupação, pois, tendo Ele vencido o mundo, os Cristãos também venceriam.
Como Cristãos estamos sujeito às mesmas aflições que o mundo: Desemprego, doença, dores e outras. Ainda que pese a teologia da prosperidade fazer entranhar nos seus adeptos de que piscina e carrões; casas e mansões; cargos e promoções são o que de melhor pode se achar em seguir a Cristo. Nada disto sucede como verdadeiro.
O verdadeiro Cristão suporta o jugo. Mas afinal o que é suportar o jugo?

Suportar o jugo é viver de forma voluntária, parametrizado na vontade de Deus para as nossas vidas  e aprender o que Ele procura nos ensinar, por suas palavras escritas na Bíblia.
Devemos meditar sobre a vontade divina para nossas vidas. Por inúmeras vezes tomamos decisões conforme o nosso coração. Mas não devemos esquecer que ele é enganoso e dele procede todas as maldades do mundo. Portanto, devemos pautar as nossas ações pela vontade de Deus para a nossa vida.
Devemos manter o auto-controle diante das adversidades e das tentações mundanas. Quando Cristo levou cativo o cativeiro, Ele nos capacitou com seu sangue para vencermos o mundo e seu adversário.
Devemos ter um coração contrito. Procurar a santificação que é gradativa e gradual na presença de Deus.
Devemos ser confiante, pacientes e dependentes do Mestre Jesus Cristo para todas as nossas ações cotidianas. Das mais simples até as mais complexas. Não devemos tomar café sem Cristo e tampouco vender as nossas ações na bolsa de valores sem Ele. Cristo nos ensina lições de amor.
As lições de Deus são a curto, médio e longo prazo. Para entendê-las devemos pedir ajuda ao Espírito Santo de Deus.
Colocar a boca no pó se refere ao modo oriental de prostração em submissão total a Deus. O homem passa a reconhecer sua indignidade. Mas reconhecendo que quando o sacrifício de Cristo rasgou o véu do templo, Ele nos concedeu o direito de chegar a Deus.
A palavra chave é PACIÊNCIA.
Lembre-se que Deus é bom para aqueles que desejam conhecê-lo e o buscam.
O servo sofredor (em função do Cristianismo principalmente) não será rejeitado por Deus. Mas devemos sabiamente evitar o jugo desigual.

Um comentário:

  1. Vamos lá Jovens somos forte porque a palavra de Deus habita em nós e ja vencemos o Maligno Deus ta levantando uma geração de verdadeiros adoradores nesses ultimos Dia !

    ResponderExcluir

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.