segunda-feira, 26 de agosto de 2013

A ALEGRIA DOS SERVOS DE DEUS INDEPENDE DAS CIRCUNSTÂNCIAS.





A ALEGRIA DOS SERVOS DE DEUS INDEPENDE DAS CIRCUNSTÂNCIAS.

Jonas Dias de Souza[1]

Numa cama de hospital está um homem, o câncer lhe corroe todas as células. Inobstante a isto ele, consola os que ali comparecem para visitá-lo. Aqueles que entram com a intenção de deixar uma palavra amiga ouvem maravilhadas as palavras do evangelho.

Um sorriso, uma exortação. Outro sorriso e outro ensinamento. Verifica-se uma sabedoria que não existe nos livros humanos, ou que não foi adquirida nos bancos da faculdade. Mas uma sabedoria que foi adquirida ao longo de anos na

Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus. (Final)



Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus.  (Final)
 (Jonas Dias de Souza)

           Satanás através de seus demônios faz a pessoa ter ódio de si mesma. Maltrata o corpo onde está. O homem flagelava-se. Tinha pensamentos suicidas. Vejam hoje: tatuagens demoníacas, línguas cortadas para imitar serpentes. Isto é influência demoníaca e de religiões pagãs. O endemoniado foi tomado e levado a ruína. A mesma coisa satanás deseja fazer conosco.
E dentre os ardis dele podemos verificar cinco que são utilizados de forma mais freqüente. Podemos traduzir ardis por sentimentos.
1)      DÚVIDA:  Que faz o crente questionar a palavra de Deus e a bondade que ela contem. Afastando-nos da comunhão da Igreja.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus. (Parte III)



Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus.  (Parte III)
 (Jonas Dias de Souza)

            Destacamos 5 (cinco) destas atividades:

1ª) Religião pagã e idolatria: São práticas perigosas, pois abrem as portas para o envolvimento com o demônio. Desde os tempos do AT, as nações ao redor de Israel mantinham seus próprios deuses. Amonitas, Moabitas, Indumeus, Egípcios. Mesmo com diferentes nomes eram demônios.
Vejamos Deuteronômio 32: 15-17

“E, engordando-se Jesurum, deu coices; engordaste-te, engrossaste-te e de gordura te cobriste; e deixou a Deus, que o fez, e desprezou a Rocha da sua salvação.
Com deuses estranhos o provocaram a zelos; com abominações o irritaram.
Sacrifícios ofereceram aos diabos, não a Deus; aos deuses que não conheceram, novos deuses a que vieram a pouco, dos quais não se estremeceram seus pais.”

            Sempre que nos expomos às religiões pagãs e a idolatria temos contato com os demônios. Religiões politeístas, com muitos símbolos e deuses, a exemplo, budismo, hinduísmo, religiões dos indígenas das Américas, enfim todas as religiões não cristãs. Ao contatarmos com seus templos, suas filosofias, seus ritos, suas práticas, estamos nos expondo ao risco de nos contaminarmos com demônios. Incluem-se aí, as religiões afro-brasileiras.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Diante de Jesus Cristo os demônios temem e tremem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus. (Parte II)



Diante de Jesus Cristo os demônios temem e tremem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus.  (Parte II)

 (Jonas Dias de Souza)





            Mas de onde veio satanás? Qual a sua maneira de tentar? O que sabemos dele?

            Sabemos que não possui atributos de onipresença. Como ele consegue então, tentar várias pessoas em diferentes lugares ao mesmo tempo? É porque ele possui um exército ao seu dispor. É através destes exércitos de espíritos, que na Bíblia são chamados demônios, que ele age ao redor do mundo. Tendo como base a nossa Bíblia Cristã, sabemos que ele passeia pelo mundo. Para confirmar, vejamos o Livro de Jó 1: 6-7.



            “E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles.

Então, o SENHOR disse a Satanás: De onde vens? E Satanás respondeu ao SENHOR e disse: De rodear a terra e passear por ela.” (ARC)



            De onde vêm os demônios? É algo só dos tempos bíblicos? Que pode um demônio fazer a um cristão?

            Partindo do texto lido em Marcos 5:1-20, vemos a atuação libertadora de Cristo (o que para nós já um alívio), mas, podemos extrair algumas realidades sobre demônios. Eles existem em grande número, a ponto de mais dois mil tomarem uma pessoa.

            Demônios são espíritos imundo-impuros que atuam sob o comando de satanás. Os espíritos imundos contaminam a alma e conduzem pessoas a viver uma vida de

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus. (Parte I)



Diante de Jesus Cristo os demônios temem: Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus.  (Parte I)
 (Jonas Dias de Souza)

            Cumpre primeiramente informar que este artigo destina-se ao crente em Cristo Jesus e que não visa tecer críticas a nenhuma forma religiosa. Ninguém é obrigado a crer em Jesus Cristo, mas aquela pessoa que o aceitou como legítimo salvador, que passou pelas águas batismais (ou está prestes a passar) dando mostra de seu compromisso público, é mistér saber que estará sendo alvo de adversários perigosos, contra os quais devemos alertar. Como exemplarmente alertou o apóstolo Paulo. Escudamos na verdadeira palavra de Deus. Portanto não é o autor deste artigo quem exorta, mas as Santas Escrituras.
            Principalmente aos novos convertidos que estão iniciando a sua caminhada. Todo cuidado é pouco. Crente tome cuidado com o adversário do povo de Deus. Para bem entender este texto é necessário ler a Bíblia Cristã, sem a qual, este texto será ininteligível. A inserção das Sagradas Escrituras visa facilitar o estudo por aqueles que não possuem um contato íntimo com a Bíblia.
            Tomemos como base

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Suportar o Jugo

Suportar o Jugo.
Jonas Dias de Souza

“Bom é para o homem suportar o jugo na sua mocidade; assentar-se solitário e ficar em silêncio; porquanto Deus o pôs sobre ele. Ponha a boca no pó; talvez assim haja esperança. Dê a face ao que fere; farte-se de afronta.
Porque o Senhor não rejeitará para sempre. Pois, ainda que entristeça a alguém, usará de compaixão segundo a grandeza das suas  misericórdia. Porque não aflige nem entristece de bom grado os filhos dos homens.” (Lamentações 3. 27-33)

Jesus disse que no mundo os Cristãos teriam aflições. Mas que não isto não seria motivo de preocupação, pois, tendo Ele vencido o mundo, os Cristãos também venceriam.
Como Cristãos estamos sujeito às mesmas aflições que o mundo: Desemprego, doença, dores e outras. Ainda que pese a teologia da prosperidade fazer entranhar nos seus adeptos de que piscina e carrões; casas e mansões; cargos e promoções são o que de melhor pode se achar em seguir a Cristo. Nada disto sucede como verdadeiro.
O verdadeiro Cristão suporta o jugo. Mas afinal o que é suportar o jugo?

Evangelização através de Folhetos


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Quando Guardamos a Palavra.






Quando Guardamos a Palavra.
Jonas Dias de Souza

A falibilidade humana consiste também na dificuldade de reter tudo aquilo que aprende. Longe de querer ser exato, mas, não guardamos cerca de 70% daquilo que ouvimos numa preleção dominical.

Eu, particularmente, se perguntar-me qual foi o assunto de domingo passado, ficarei enrolado para responder. Por isto recomendo a leitura diária e diuturna da Bíblia Sagrada. Leitura esta que deve ser regada com os clamores ao Espírito Santo que nos faça lembrar e nos ajude a guardar a semente das Boas Novas nas nossas vidas.

Guardar a Palavra implica em adotarmos novas atitudes. É isto justamente que significa a

Reflexão... Isto é fundamental na sua vida!

Foto By: Jonas Dias

terça-feira, 13 de agosto de 2013

A Palavra nos fala, leia uma verdade.

"Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia e desprezam as dominações. Atrevidos, obstinados, não receiam blasfemar das autoridades; enquanto os anjos, sendo maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor. Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, recebendo o galardão da injustiça; pois que tais homens têm prazer nos deleites cotidianos; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco; tendo os olhos cheios de adultério e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição; os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça. Mas teve a repreensão da sua transgressão; o mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta. Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva; porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne e com dissoluções aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro, prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo." (2 Pedro 2.10-19)

sábado, 10 de agosto de 2013

OS MUROS CAÍDOS DE NOSSA EXISTÊNCIA HUMANA (parte II)



OS MUROS CAÍDOS DE NOSSA EXISTÊNCIA HUMANA (parte II)
Jonas Dias de Souza[1]
 Falamos na parte I, dos muros da existência humana, e suas representações no Antigo Testamento.
Continuando, vemos que, a profecia de um muro perfeito,  foi o sacrifício de Cristo na cruz do gólgota[2]. Esta profecia de Cristo como um muro, encontramo-la nos escritos do profeta Isaías.  Como assembleiano gosto muito dos hinos da Harpa Cristã[3]. E o Hino de número 40, trás em uma de suas estrofes: “São de Jaspe adamantino os teus muros, Ó Sião! São douradas essas ruas, que os remidos pisarão! De celeste luz banhadas, refulgentes sempre serão”.
A respeito do livro do profeta Isaías, há quem o considere

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

OS MUROS CAÍDOS DE NOSSA EXISTÊNCIA HUMANA.

OS MUROS CAÍDOS DE NOSSA EXISTÊNCIA HUMANA.  (Parte I)
Jonas Dias de Souza[1]
Qual a melhor definição do vocábulo “MURO”?  Lexicalmente sabemos que é uma construção que pode ser de pedra ou tijolo, cuja finalidade é separar um lugar de outro ou formar uma cerca. È por conseqüência uma obra para defesa, que busca uma separação ou resguardo.
Em nossa existência humana (quando estamos no mundo) possuímos uma ilusão de que possuímos muro a nossa volta, quando na verdade não estamos construindo muro algum, e sim, abrindo a guarda de nossa vida espiritual.
Este jogo de ilusão em que nos encontramos, é proporcionado pela tríplice missão de satanás: Roubar, Matar e Destruir.
Mesmo tendo sido alertado a muitos séculos, deixamos de acreditar, ou sofremos pela absoluta falta de conhecimento da Palavra de Deus. Jesus já havia prevenido o seu povo e ainda hoje previne a quem escuta que “O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir...”
Vejam o caso da

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Qual deve ser o alvo do crente em Cristo Jesus?



MEU ALVO É O CÉU.

Jonas Dias de Souza[1]

Nesta semana houve o Pré-congressso de jovens da Igreja Assembleia de Deus Missões. O tema:  “MEU ALVO É O CÉU”.

Qual é o alvo do ser humano? As faculdades ensinam ora um Pragmatismo, ora um Relativismo. Outros setores da vida ensinam que o homem busca a felicidade. Ao analisarmos as correntes filosóficas, sejam existencialistas ou humanistas. Epicuristas, estoicistas e outros tantos “istas” existentes na cultura secular, colhemos uma série de alvos. E como perseguimos estes alvos ao longo da vida. Desde o nosso