segunda-feira, 1 de julho de 2013

DISTÂNCIA EXISTENTE ENTRE A LEI A GRAÇA.

DISTÂNCIA EXISTENTE ENTRE A LEI A GRAÇA.
Jonas Dias de Souza[1]
O que é  Lei e o que é Graça no contexto do cristianismo?
Para que fique claro para aqueles que conhecem pouco da Bíblia Sagrada definiremos primeiramente o que vem a ser Lei e Graça. Posteriormente veremos a distância existente entre as duas definições.
A lei é a vontade de Deus revelada aos seres humanos em palavras, preceitos, atos. Podemos ver isto através da leitura do Salmo 119 que trata da excelência da lei do SENHOR e da felicidade daquele ser humano que a observa. O DEUS aqui tratado é o De Abraão, de Isaque e de Jacó. O Grande EU SOU.
Quando se fala em Lei na Bíblia Sagrada se refere também ao “Pentateuco”.[2]  Jesus refere-se ao Pentateuco como Lei de Moisés ( ver Lucas 24:44).
É comum também referir-se à lei falando de todo o Antigo Testamento. E ainda como referência aos Dez Mandamentos, que são um resumo da vontade de Deus para o ser humano.
É importante sabermos que a lei mostra  a maldade do ser humano, mas não lhe pode dar a vitória sobre o pecado. Convém ler o livro de Romanos em especial os capítulos de 3 a 7.
Uma das funções da lei é preparar o caminho para o Evangelho. “De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que, pela Fé, fôssemos justificados”. (Gálatas 3: 24)  Vemos que
a imagem da lei é a de uma entidade protetora que supervisiona uma criança, uma espécie de tutor.
Enquanto a lei nos ensina a necessidade da Salvação; a Graça nos dá essa Salvação. Ao contrário dos que alguns pregadores ensinam, não podemos desprezar o Antigo Testamento, pois nele encontramos e aprendemos sobre o caminho escolhido por Deus para a redenção humana. O Antigo Testamento contém a Lei Cerimonial, a Lei Civil e a Lei Moral.
O que é a Graça?
É o amor de DEUS que salva as pessoas e as conserva juntas em seu seio.
Vejamos alguns versículos que falam sobre isto:
“Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; confirma sobre nós as obras das nossas mãos, sim, confirma a obra das nossas mãos.” (Salmo 90:17)
O apóstolo Paulo em sua epístola aos Efésios, nos ensina que Deus sendo rico em sua misericórdia, e por ter nos amado com um amor incomensurável, e vendo que estávamos mortos nos nossos crimes (delitos e pecados), por meio de Cristo nos deu a vida. (...) pela graça sois salvos (Efésios 2:5)
A graça é também a soma das bênçãos que uma pessoa, mesmo que não mereça recebe de Deus.  Obviamente, o crente em Cristo procura diuturnamente a santificação. “Porque o SENHOR  Deus é sol e escudo; o SENHOR  dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente. (Salmo 84:11)
 A santificação acontece pela influência sustentadora de Deus o nosso Pai misericordioso, é a graça imerecida de Deus que permite que a pessoa salva continue fiel e firme na Fé. “Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor ; (Hebreus 12:28)
Veja como estão distantes Lei e Graça:
A LEI
A GRAÇA
1)      Ordena
Convida
2)      Condena
Perdoa (Efésios 1:7)
3)      Maldiz
Justifica
4)      Mata
Vivifica
5)      Separa o pecador
Aproxima
6)      Opera Vingança
Não se vinga
7)      Odeia
A Graça diz: Amai
8)      A Lei diz “Faze e viverás”
A Graça diz: Crê e serás salvo
9)      A Lei foi para uma nação (Israel)
É para todas as nações
10)   Condena a todos
Justifica a todos
11)   Na promulgação da Lei três mil perderam a vida (êxodo 32:28)
Na primeira pregação do Evangelho após a ressurreição, três mil almas receberam a vida. (Atos 2:41)

Qual será a tua escolha? Lei ou Graça?


[1] Servo do Deus altíssimo, licenciado em Filosofia pela UFSJ e estudante de Teologia da EETAD.
[2] Conjunto dos cinco primeiros livros da Bíblia Sagrada, a saber: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.