segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Ajuda Bíblica: Como ser um bom amigo

No mundo moderno impera uma série de interesses. E por vezes somos obrigados a refletir sobre a existência ou não, de interesses, nas nossas amizades.
A Bíblia nos ensina a sermos bons amigos. Quando nossas ações são baseadas
 na Palavra de Deus, é uma prova de que há sinceridade nas amizades.
“Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão.” (Provérbios 17:17)
Como vemos, a amizade se sobrepõe às circunstâncias. Se formos ou temos amigos somente nas horas felizes, alguma coisa deve ser modificada nas nossas amizades.
“E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
E Ele lhe disse: Que estás escrito na lei? Como lês?
E respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus, de todo teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo.
E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso e viverás.
Ele porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo:
E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram e, espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.
E, ocasionalmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
E, de igual modo, também um levita, chegando àquele  lugar e vendo-o, passou de largo.
Mas um Samaritano que ia de viagem chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão.
E,aproximando-se, atou-lhe as feridas, aplicando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele;
E partindo ao outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele, e tudo o que de mais gastares eu to pagarei, quando voltar.
Qual,pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai e faze da mesma maneira.” ( Lucas 10: 25-37)
Amigos são aquele que se apresentam nas horas que precisamos, e não aquele que passa ao largo. O maior amigo que temos é Cristo Jesus que não passou ao largo da humanidade sofredora. Pelo contrário, ofereceu-se em sacrifício por ela. Temos ainda o consolador que está implícito no símbolo do Azeite e do Vinho jogado nas feridas.
“Tenho-vos dito isso para que a minha alegria permaneça em vós, e a vossa alegria seja completa.
O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.
Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.
Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.
Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda.
Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros.” (João 15:11-17)

Devemos fazer aos outros aquilo que queremos que façam conosco. O verdadeiro amigo não nos levará para as profundezas das ações más. E tampouco exigirá de nós que façamos algo que esteja contra as Sagradas Escrituras. Se o grupo exige que você seja como eles, é preciso repensar se vale a pena...
“Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmã, a qual serve na Igreja que está em Cencreia, para que a recebais no Senhor, como convém aos santos, e a ajudeis em qualquer coisa que de vós necessitar; poruqe tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo.” (Romanos 16:1-2)
Amigos são para ser ajudados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.