terça-feira, 25 de setembro de 2012

Ajuda Bíblica: Como controlar seu temperamento.


A pressa deste mundo moderno nos leva constantemente a desenvolvermos doenças psicossomáticas. Cansaços mentais. Estresses pelas correrias. Num mundo onde existe uma correria desenfreada para resolver as coisas com rapidez, podemos esquecer-nos das etiquetas que regem a vida civilizada e em comunidade. O que comumente é chamado de “falta de educação”.
Esquecemo-nos inclusive, que, somos responsáveis pelo nosso sofrimento e pela produção de substâncias químicas que irão colaborar para desenvolver doenças estomacais, gastrites, cefaléias e vários “ites”.
Em suma precisamos controlar o nosso temperamento.
Segundo Houaiss:
n substantivo masculino
ato ou efeito de temperar; 1têmpera
1     estado fisiológico; constituição física particular; compleição
2     conjunto dos traços psicológicos e morais que determinam a índole de um indivíduo; modo de ser
Ex.: t. violento
4     (sXIV)
distanciamento de qualquer excesso; comedimento, moderação, temperança
Ex.: t. nas despesas
5     modo de agir; feitio, têmpera
Ex.: t. extravagante
6     mistura equilibrada de coisas; justa proporção
7     aquilo que resulta de coisas misturadas; combinação
Ex.: t. dos humores
9     Rubrica: medicina. Diacronismo: antigo.
índole ou caráter de um indivíduo, resultante da combinação dos humores
 Obs.: cf. humor
Podemos mudar o nosso temperamento a partir dos ensinamentos contidos nas Sagradas Escrituras.
No livro atribuído ao rei Salomão, denominado Provérbios, encontramos o seguinte:

“O que presto se ira fará doidices, e o homem de más imaginações será aborrecido.
Os simples herdarão a estultícia, mas os prudentes se coroarão de conhecimento.
Os maus inclinam-se perante a face dos bons, e os ímpios, diante da porta dos justos.
O pobre é aborrecido até do companheiro, mas os amigos do rico são muitos.
O que despreza ao seu companheiro peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado.
Porventura, não erram os que praticam o mal? Mas a beneficência e fidelidade haverá para os que praticam o bem.
Em todo trabalho há proveito, mas a palavra dos lábios só encaminha para a pobreza.
A coroa dos sábios é a sua riqueza, a estultícia dos tolos é só estultícia.
A testemunha verdadeira livra as almas, mas o que se desboca em mentiras é enganador.
No temor do SENHOR, há firme confiança, e ele será um refúgio para seus filhos.
O temor do SENHOR é uma fonte de vida para preservar dos laços da morte.
Na multidão do povo está a magnificência do rei, mas, na falta do povo a perturbação do príncipe.
O longânimo é grande em entendimento, mas o de ânimo precipitado exalta a loucura.” (Provérbios 14: 17-29

Parou para pensar? A ira é o início dos males.
“O homem iracundo suscita contendas, mas o longânimo apaziguará a luta.” (Provérbios 15:18)
Em outra versão: “ A pessoa de mau gênio sempre causa problemas, mas a que tem paciência traz a paz.”
“O entendimento do homem retém a sua ira; e sua glória é passar sobre a transgressão.” (Provérbios 19:11)
A sensatez está em perdoar aquela pessoa que nos ofende e ao mesmo reter a nossa ira. Quantas coisas más podemos evitar contra nós mesmos ao frearmos o nosso irar.
A ira levanta rixa e contendas, ao passo que a fúria multiplica as transgressões.
“Não te apresses no teu espírito a irar-te, porque a ira abriga-se no seio dos tolos.” (Eclesiastes 7:9)
Pare...Pense...Reflita...Respire Fundo...Será que vale a pena?
Nós temos um combate interno sendo travado. As obras da carne e o fruto do espírito. O homem natural combate o homem espiritual diuturnamente.

“Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.
Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis.
Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra essas coisas não há lei.
E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.
Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.
Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.” (Gálatas 5:16-26) (grifo nosso)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.