sexta-feira, 14 de setembro de 2012

10 resultados da Morte de Cristo.

RESULTADOS DA MORTE DE CRISTO.
Podemos destacar vários resultados da Morte de Cristo. Sabemos que ela foi predeterminada por Deus, sem, contudo ser por compulsão. Ou seja, Cristo realizou a morte vicária, sacrificial e expiatória por livre escolha.  A morte redentora e substitutiva de Cristo propiciou:
1)      Uma nova oportunidade  de reconciliação entre o homem e Deus:
“ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu  sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus.” (Romanos 3:25)
2)      Pela sua morte os homens são atraídos a Ele:
E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim. E dizia isso significando de que morte havia de morrer.” (João 12: 32-33)
3)      Providenciou a propiciação do pecado:
No dia seguinte, João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (João 1:29)
4)      O pecado do mundo é removido:
No dia seguinte, João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (João 1:29)
5)      O poder do pecado foi anulado:
“Doutra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo; mas, agora, na consumação dos séculos, uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo.” (Hebreus 9: 26)
6)      A nossa redenção da maldição da lei foi assegurada:
“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;” (Gálatas 3:13)
7)      A barreira que existia entre Judeus e Gentios foi derrubada:
“ Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, na sua carne, desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.” (Efésios 2:14-16)

8)      A distância entre o homem e Deus foi abolida:
“Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.” (Efésios 2:13)

9)      Garantido o perdão dos pecados:
“Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,” (Efésios 1:7)
10)   Garantiu a derrota dos Principados e Poderes Malignos:
“havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.” (Colossenses 2: 14,15)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com Responsabilidade. Lembre-se da máxima, o nosso direito termina onde começa o direito do outro. Além de tudo, mesmo que divergentes em opiniões, somos Cristãos.