domingo, 29 de julho de 2012

“ O cristão pode ser maçom! ” (Entre Aspas)



Coloco na íntegra:
Comentário postado na página: http://www.heresiatofora.com.br/seitas/um-cristao-pode-ser-macon
Tenho visto vários questionamentos e afirmações sobre a compatibilidade ou incompatibilidade existente entre Maçonaria e Cristianismo. Muitos com o título “Pode um Cristão ser Maçom?”
Afirmo que pode. É perfeitamente possível um Cristão ser Maçom.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Vale a pena ler.

Primeiramente a leitura da Bíblia e então bons livros, eis aí uma boa combinação, neste sentido indicamos:
 "Uma vida com própositos" de Rick Warren, nele descobrimos que não estamos neste mundo por um mero acaso.
Com uma série de exercícios, o autor propõe um mergulho de reflexão por quarenta dias.
Eis alguns exemplos:
  • A vida de Noé foi transformada por 40 dias de chuva.
  • A vida de Moisés foi transformada por 40 dias no Monte Sinai.
  • Os espias foram transformados após 40 dias na terra prometida.
  • Davi foi transformado pelo desafio de Golias, proferido por 40 dias.
  • Elias foi transformado quando Deus o sustentou durante 40 dias com uma única refeição.
  • Toda a cidade de Nínive foi transformada quando deus concedeu 40 dias para que o povo se arrependesse.
  • Jesus foi fortalecido por 40 dias no deserto.
  • Os discípulos foram transformados por 40 dias ao lado de Jesus, após sua ressurreição
Warren,Rick. Uma vida com propósitos: Você não está aqui por acaso/ Rick Warren; tradução James Monteiro dos Teis (sic) - São Paulo: Editora Vida, 2003.

Abraços em Cristo.

Palavras de Ouro III

Pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo para que sigais as suas pisadas. (I Pedro 2: 21)

Milita a milícia da boa fé. ( I Timóteo 6: 12)

De sorte que fomos sepultados com ele, pelo batismo na morte; para que como Cristo ressuscitou dos mortos, pela glória do pai, assim andemos nós, também em novidade de vida. (Romanos 6: 4)

E eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. (Mateus 28:20)

Palavras de Ouro II

Mas a todos quantos o receberam, (Jesus) deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome. (João 1:12)

Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados. (Atos 3:19)

E o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. (João 6: 37)

Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. (Lucas 19: 10)

Palavras de Ouro I

Melhor é para mim a lei da tua boca do que inúmeras riquezas em ouro ou prata. (Salmo 119:72)

No princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus. Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens. (João 1: 1-4)

Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. (João 8:12)

quarta-feira, 25 de julho de 2012

As Provas de Moisés.

As provas pelas quais passou Moisés, aplicadas aos pastores da atualidade.
Jonas Dias de Souza
            Moisés, filho de Anrão e Joquebede. Por parte de pai, pertencente à tribo de Levi. Nasceu durante os tempos de escravidão no Egito. Passa por um livramento já na sua tenra infância ao ser liberto da morte no rio Nilo, por providência Divina.
            Sua história, bastante conhecida do povo crente em Cristo Jesus, o coloca numa posição e revelação que prefigura a posição singular de Jesus, O Cristo.
            Muitas vezes incompreendido e poucas vezes estudado. Há inclusive quem defenda o estudo sistemático apenas do Novo Testamento em detrimento do Antigo, o que discordamos particularmente.
            O apóstolo Paulo, ao escrever para a Igreja em Roma, confirma a Graça de Deus na aliança Mosaica. “São Israelitas. Pertence-lhes a adoção e também a Glória, as alianças, a legislação, o culto e as promessas; deles são os patriarcas, e também deles descende o Cristo, segundo a carne, o que é sobre todos, Deus bendito para todo o sempre. Amém!” (Romanos 9: 4-5)
            Esta Glória a que se refere Paulo, o apóstolo, é a presença de Deus no templo e também no tabernáculo, o que se conhece também por Shekiná. Quando Paulo escreve esta carta seu coração está alquebrado, triste, dolorido, dilacerado, posto que a maior parte dos seus patrícios não vislumbrava a participação na Glória de Deus. A expressão solene da tristeza coloca-o apto a tornar-se anátema (ou amaldiçoado) se isto salvasse o povo amado.
            O que temos nesta passagem em Romanos é

Nós Crentes falamos aleluia.

Nós Crentes Falamos aleluia.
(Irmão Jonas Dias de Souza)

Então os vinte e quatro anciãos e os quatro seres viventes prostraram-se e adoraram a Deus que está assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!”  Ap 19:4  
É edificante ouvirmos os irmãos louvar a Deus dando Glórias e aleluias.
Mas enquanto Cristãos sabemos o significado desta palavra?
O Dicionário Eletrônico Houaiss registra o seguinte sentido Etimológico para Aleluia: “heb. indeclinável hallelú-yáh 'louvai com júbilo o Senhor' (= Deus, heb. Adonai = Senhor, subentendido Iave, o chamado tetragrama inefável, as quatro letras sagradas que, por isso, não podiam ser ditas); pelo lat. alleluìa ou halleluiah”.
Aleluia é

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Mudança de Comportamento.

Mudança de comportamento. Necessário para alcançar uma vida cristã plena.
Jonas Dias de Souza
TEXTO BÍBLICO:  FILIPENSES 4
Em determinado tempo de nossas vidas temos que mudar o nosso comportamento. Comportamentos típicos da juventude não encaixam bem em homens adultos. Assim como comportamento infantil não servem para jovens. Com a vida Cristã é a mesma coisa. Chega um momento em que paramos de receber comida na boca, via culto, e começamos a nos alimentar sozinhos, via estudo bíblico sistemático. Isto, contudo, não significa abandonar os cultos e nos tornarmos infreqüentes na igreja. Pelo contrário, quanto mais

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Seguir a Cristo.

Seguir a Cristo.
Jonas Dias de Souza[1]

            Qual é a função de um soldado? A primeira definição de “soldado” é aquela que descreve um “indivíduo alistado nas fileiras de um exército”. Por extensão qualquer militar é um soldado.
            Por sua vez “escravo”, “è aquele que está sujeito a um Senhor, como propriedade dele”. Que está sujeito a outrem.
            A missão de ambos é seguir. Os soldados seguem seu líder ou comandante; os escravos seguem a seu senhor. E quando são líderes ou Senhores justos, seguem-no com mais facilidade e fidelidade. Inúmeras passagens do Novo Testamento, nos fala de “seguir”. Há tantas definições para este verbo e todos nomeiam por adição uma missão aos seguidores de Cristo.
            Podemos seguir os conselhos de outrem.
            Podemos seguir as leis de nosso País.
            Podemos seguir os argumentos de um discurso.
            Podemos seguir alguém no sentido de nos aproximarmos, fisicamente ou

Qual o dever do homem no pacto?




Qual o dever do homem no pacto?
Jonas Dias de Souza[1]
Texto Base: Êxodo 24
            Deus se propôs a fazer uma aliança.
            Ela é apresentada de três formas.
            Israel concorda em obedecer.
            A aliança é confirmada formalmente.
            É feita uma festa como forma de comemorar a aliança realizada.
Em primeiro lugar é preciso definir o que vem a ser um pacto. O pacto é um acordo entre duas pessoas, onde cada uma possui um papel a ser desempenhado. Quando ocorre o descumprimento das cláusulas especificadas, haverá sanções que também deverão estar explicitadas no acordo.
Biblicamente é possível vislumbrar os

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Um Estudo sobre o Salmo 51

Divulgador da Palavra, Cristianismo

UM ESTUDO SOBRE O SALMO 51.
Jonas Dias de Souza[1]
Quando estudamos o Salmo 51, tomamos conta do quão grande é a misericórdia de Deus. Mas para isto é preciso que demonstremos a vontade de revermos a nossa conduta e abandonarmos o pecado.
A casa de Davi caiu por causa dos pecados sexuais. Quando a Bíblia nos ensina a Orar e Vigiar é para não darmos abertura às ciladas que o Diabo coloca na nossa frente.  Desde pequenos ouvimos dizer que uma mente vazia é uma oficina para o inimigo. Mente vazia da palavra de Deus, aliada á falta de oração, serve para nos tornar fracos e, portanto suscetíveis às insinuações, e abre-nos para a possibilidade do pecado.
Ensina-nos a Bíblia no Livro de 2º Samuel 11.1, o seguinte: “Na primavera, época em que os reis saíam para a guerra, Davi enviou para a batalha Joabe com seus oficiais e todo o exército de Israel; e eles derrotaram os amonitas e cercaram Rabá. Mas Davi permaneceu em Jerusalém. (NVI) [2] (grifo nosso)
Naquele momento a função de Davi era a de liderar o seu exército, pois era a época em que os Reis saiam para a Guerra. No entanto Davi ficou em Jerusalém.  Continua a narrativa do livro de 2º Samuel, dizendo que Davi estava passeando pelo terraço, quando avistou uma mulher formosa. Davi não vigiou, pois desde os tempos de Moisés, foi lhe ensinado que cobiçar a mulher alheia era pecado. Embora a cultura daquela época permitisse ao homem possuir várias esposas, aquela não era sua. Não podemos colocar a culpa somente em Davi, pois Bate-seba, provavelmente teve sua parte na culpa, pois permitiu que o Pecado acontecesse.
Em acontecendo o pecado, o resultado vem... Isto é

terça-feira, 17 de julho de 2012

Sobre capas jogadas ao vento e seguir a Cristo: A Capa de Bartimeu como símbolo de renúncia.





Sobre capas jogadas ao vento e seguir a Cristo: A Capa de Bartimeu como símbolo de renúncia.
Jonas Dias de Souza
Muito se ouve falar sobre a importância da capa para a cultura hebraica. Entre os objetos furtados e que fez o povo de Deus pagar caro, havia uma capa. “Respondeu Acã a Josué: Verdadeiramente pequei contra o Senhor Deus de Israel, e eis o que fiz: quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata debaixo da capa.” (Josué 7: 21)
                O Profeta Elias, como demonstração de escolha de um sucessor fez uso da capa.“Partiu, pois, Elias dali e achou Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, estando ele com a duodécima; chegando-se Elias a Eliseu, lançou a sua capa sobre ele.” (I Reis 19:19)
                Posteriormente o profeta Elias usou a sua capa para abrir o rio Jordão.“ Então Elias tomou a sua capa e, dobrando-a, feriu as águas, as quais se dividiram de uma à outra banda; e passaram ambos a pé enxuto.”  (II Reis 2:8)
               Elias foi arrebatado ao céu num carro de fogo com cavalos de fogo e num redemoinho. A capa ficou de herança para Eliseu. “tomou a capa de Elias, que dele caíra, voltou e parou à beira do Jordão.” (II Reis 2: 13)

       Jesus nos ensina que

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Reflexão.

O Fruto do Justo é árvore da vida, e o que ganha almas sábio é. (Provérbios 11: 30)

Deus tem prazer na morte do homem.

DEUS TEM PRAZER NA MORTE DO HOMEM.
Jonas Dias de Souza[1]
Á primeira vista podemos ficar chocado com esta afirmação: Deus tem prazer na morte do homem. Poderíamos até formulá-la de outra maneira. Deus se compraz na morte do homem.
Neste mundo tão violento, em que mortes são registradas a todo instante. Todo segundo. Acidentes de trânsito, brigas de gangues e familiares, mortes banais e estúpidas... Deus estaria extremamente feliz. De acordo com nossas afirmações.
Deus está feliz com a morte.
Não precisamos entrar numa discussão teológica do que vem a ser a morte, e tampouco biológica. Saibamos apenas que é morte. Não é para ficar chocado? Podemos até num momento de pouca fé, nos questionar: Mas Deus é descrito como tão misericordioso na Bíblia Sagrada? Como ficaria feliz com a morte?Mas, se esquecem que ele é também justiça.
Para vocês digo. Deus deu seu filho para a morte. Está escrito na Bíblia. Deus deu seu filho unigênito. Para quê? Para que morresse.
Eis nas linhas acima o princípio da interpretação equivocada da Bíblia. Podemos pinçar passagens isoladas e moldá-las de acordo com nossas convicções. E isto acontece muitas vezes.
Ao lermos o

sábado, 14 de julho de 2012

AS ARMAS DO DIABO CONTRA A ARMADURA DO CRISTÃO. ESTAMOS EM GUERRA.




AS ARMAS DO DIABO CONTRA A ARMADURA DO CRISTÃO. ESTAMOS EM GUERRA.
Jonas Dias de Souza[1]
                (Gênesis 2 e 3; Efésios 6; 1 Pedro 5.8)
Quando fazemos uma comparação entre a vida do Cristão e a vida do militar, vemos que precisamos constantemente de armamentos e equipamentos. Na atualidade os milicianos combatem usando colete á prova de balas, escudos balísticos e um fardamento que visa proteger o corpo.
Nos tempos antigos não era diferente. Os soldados romanos era os pioneiros no combate com equipamentos de proteção. Um destes equipamentos, embora simples atualmente, naquela época consistia num diferencial, que era o calçado.
Baseado nesta comparação tem-se uma das mais importantes passagens bíblicas, listadas pelo apóstolo Paulo na sua Carta aos Efésios.  Além de ser um conselho para os membros daquela igreja, consiste num conselho para cada crente em particular.
Nossa luta nesta vida é mais séria do que pensam algumas pessoas. Sementes de violência são plantadas em nossas cabeças a todo instante pelo inimigo. Sementes de dúvidas, de descrença e de desânimos. Ocorre que temos a nossa disposição armas excelentes e não fazemos uso delas por falta de capacitação.
Desde o inicio do mundo lutamos contra as armas que o diabo usa para nos tentar. Ocorre que muitos poucos sabem como enfrentar e como utilizar corretamente as armas de que dispomos para fazer frente aos ataques do maligno.
Como sabemos a missão do diabo para com este mundo é; roubar, matar e destruir.
Assim foi com o primeiro casal no jardim: roubar a exclusividade da relação que este mantinha com Deus; matar a inocência deste casal e destruir a humanidade no seu nascedouro.
Quando lemos no livro de Gênesis 2:15-17, vemos que

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Livro Indicado: Orações que Transformam o Mundo.




No ano de 1999 foi lançado no Brasil a tradução de "Praying to Change the World" de Lindsay Gordon. Com o título de "Orações que transformam o mundo." O divulgador da palavra recomenda a leitura:
"Orações que transformam o mundo" é o tipo de livro que nos remete para uma consulta à Bíblia e mostra-nos a força da oração. Editado pela Graça Editorial. Vale a pena conferir!

Renovando a aliança com Deus.



Renovando a aliança com Deus, nosso Senhor.

Jonas Dias de Souza
Texto: Neemias 8 (todo o capítulo)
O que aprendemos neste capítulo de Neemias é como deve ser realmente a nossa pregação. Temos visto uma série de inovações, onde se prega de tudo, de menos a palavra contida na Bíblia. O púlpito virou um centro de propagação das convicções pessoais dos pregoeiros.
O verso 8 mostra-nos como de fato deve ser a pregação da palavra de Deus: “E leram no livro, na lei de Deus, e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo se entendesse”.
Ocorre que o pregador da palavra de Deus deve ser um estudioso da palavra de Deus. Embora existam denominações que dispensam o estudo sistemático da Bíblia com explicações de que o Espírito Santo faz lembrar. Somos de opinião particular que, a palavra de deus deve ser estudada de forma sistemática sob a inspiração do Espírito Santo de Deus.
Não podemos é dissociar o estudo da oração e da busca de um crescimento espiritual.
Vemos ainda uma divisão de tarefas que ocorre. O professor de Escola Bíblica não precisa ser necessariamente